REVISTA

GERAL BAHIA

VEREADORES – Desrespeito com os funcionários públicos de Macarani dominou debate na sessão ordinária da Câmara.

A
informação publicada nesta segunda-feira no RGBAHIA, dando conta da situação vexatória pela qual estão
passando os servidores públicos municipais que estão sem crédito nos bancos e
alguns com o nome negativado por culpa da Prefeitura
Municipal de Macarani
, que tem descontado do salário do servidor a
parcela de empréstimo consignado, mas não tem repassado aos bancos, foi o
principal eixo dos pronunciamentos na noite desta segunda-feira (28) na sessão
ordinária da Câmara de Vereadores.
Com
destaque para o pronunciamento do Vereador
Gláuber Costa (PODEMOS),
que informou ter mantido contato direto com a Caixa Econômica Federal em Itapetinga, onde lhe foi informado que
a Prefeitura devia até o início de
maio dois meses de repasse dos consignados, e que havia feito uma negociação
para pagamento de um mês até o dia 10 de maio e o outro até o dia 20, mas,
ainda com atraso apenas a primeira parcela havia sido paga e até ontem (28) a
segunda parte não havia sido quitada e por isso o crédito ao funcionário continua suspenso.
“É um absurdo! É uma falta de vergonha, de compromisso e de
responsabilidade para com o trabalhador do nosso município da parte da
administração! Se está sendo descontado e não está sendo repassado, então é
preciso que se explique para onde está indo o dinheiro. Eu faço aqui uma
convocação aos servidores prejudicados: se até o dia 1º de junho a situação não
estiver resolvida, me procurem, porque eu irei constituir um advogado, e
entraremos com uma ação coletiva no Ministério Público, podem me procurar que
ninguém vai pagar nada por isso, as custas processuais, se houverem serão
bancadas por mim”.

Daí
prá frente à maioria dos pronunciamentos girou em torno do assunto, e mesmo os
vereadores da chamada base do Prefeito concordaram
que é preciso que o problema seja resolvido para o bem dos servidores públicos.

E
após publicarmos a matéria nesta segunda-feira, vários funcionários procuraram a
nossa produção ou enviaram pelo WhatSapp depoimentos confirmando a informação
falando sobre os problemas que estão vivendo por conta da irresponsabilidade da
administração. Sem citar nomes para evitar represálias nós separamos alguns.

“Eu não sei mais o que fazer, minha energia foi cortada, e nem
para o gás estou tendo, porque tive que tirar do meu para quitar diretamente no
banco o consignado que tomei para pagar a reforma da minha casa.”

“Minha energia foi cortada, e para não deixar de pagar a faculdade
do meu filho estou tendo que cortar um dobrado tirando do pouco que me sobra.”
“Ta um caos, O banco do Brasil, o Bradesco e a caixa suspenderam
os empréstimos consignados. Eu liguei pra caixa econômica semana passada e  a funcionária Débora me informou que tá suspenso
pra todos os funcionários da prefeitura por conta que a prefeitura não tá
repassando.”

FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA
995bf7d8-6fed-4af4-8378-8d8baa233768
LUGAR DE GENTE FELIZ!
6e381cab-6efa-4067-b56d-7e44a24a8a39
O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL