REVISTA

GERAL BAHIA

VELHA POLÊMICA – Barraqueiros da feira livre de Macarani reclamam da concorrência desleal dos forasteiros.

O
assunto não é novo, mas vem à tona sempre nos períodos festivos nos meses de junho e dezembro, quando os
barraqueiros de variedades da feira livre de Macarani, especialmente os que trabalham com confecções,
calçados e utilidades domésticas enfrentam a concorrência desleal dos forasteiros, os que vêm de
outras cidades.
Eles chegam em
caminhões ou carros particulares,
armam suas barracas de pequeno a grande
porte no estacionamento aberto do Largo
São Pedro,
tiram a visão dos que já ocupam a área ao fundo e realmente
prejudicam os comerciantes da cidade que pagam impostos e alvarás para ter o direito de ficarem ali o ano
inteiro. É desleal, é injusto e é
preocupante
para a economia local porque esses forasteiros levam o
dinheiro para fora da cidade.

A CONCORRÊNCIA É DESLEAL E INJUSTA!

Revoltados
com a situação, os barraqueiros fixos decidiram reclamar com a administração municipal, já que
o administrador da feira livre, Mita
do Requeijão
, não tem poderes para solucionar o problema. E nesta quarta-feira
no programa da comunicadora, Karina
Barbosa, da 93,1 Rádio Cidade FM
, o Secretário de Planejamento,
Idalécio Lima
deu o seguinte esclarecimento: “O assunto não é novo em termos de reclamação, mas nós
não temos como solucionar porque estamos impossibilitados por uma Lei aprovada
há mais de 20 anos na segunda gestão do ex-prefeito Nogueira, em que autoriza
os comerciantes de fora a armarem suas barracas desde que paguem uma taxa por
dia de permanência na feira. Essa taxa hoje está com o valor mínimo de 30 reais
barracas menores e o máximo de cem
reais barracas de maior porte”.

Segundo ainda
Idalécio:

em Maiquinique e Itarantim
existe uma Lei aprovada pelas
Câmaras de Vereadores que
proíbe a liberação de espaço para barraqueiros de fora da cidade no período dos
festejos juninos e no mês de dezembro: “Aqui em Macarani a solução passa pela Câmara de
Vereadores também, só os Vereadores podem revogar a Lei criada por Nogueira e
criar uma nova norma disciplinar que possa proteger os barraqueiros da cidade
dessa invasão de forasteiros”.

Segundo
informações, o barraqueiro José
Cláudio (Amendoim),
está mobilizando os barraqueiros para pedirem na Câmara de Vereadores a revogação
da Lei em vigor e a aprovação de medidas de proteção aos comerciantes locais.

FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
DIA DAS MÃES
REDE FRUT FRIOS LUGAR DE GENTE FELIZ
438088503_18223182589286244_8693470546602257569_n
LABOR O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL - O mês de maio no Labor é o mês das mães! Por isso, como forma de retribuir todo cuidado e amor que elas dedicam a nós estamos oferecendo o check-up mãe: 18 exames por preço super especial. Deixe o Labor cuidar de quem sempre cuida de tudo!
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA