REVISTA

GERAL BAHIA

SOLTO E PERIGOSO– Provável arquiteto de assalto a Bancos em Macarani continua solto e aprontando.

O texto que os seguidores
do RGBAHIA, lerão a seguir foi publicado na íntegra pelo site TV Sudoeste
Digital (http://www.tvsudoestedigital.com.br/2018/07/investigacao-exclusiva-saiba-quem-e-o.html),
e traz uma matéria super completa sobre o bandido Vagno Ferreira
Santos (vulgo Nêgo)
, apontado pela Polícia como o chefe da quadrilha e mentor
intelectual do assalto ao Banco do Brasil em Macarani. 

Jussara Novaes (Sudoeste Digital) – Vagno
Ferreira Santos
“Nêgo”, 25 anos, assaltante que atirou no empresário
Erenildo Almeida de Oliveira, 29 anos, e fugiu, roubando R$2 mil em dinheiro,
tem uma longa ficha criminal e, apesar de ter sido preso várias vezes, sempre
conseguia o benefício da liberdade condicional.
Foi
numa dessas saídas que ele arquitetou o plano para assaltar a financeira, que
fica na sala 102 da Galeria “Joaquim Correia”, centro de Vitória da
Conquista, na tarde dessa terça-feira (3), em companhia de dois comparsas,
ainda não identificados.
A vida criminosa de Vagno tem registros de violência contra contra
a pessoa, incluindo homicídios a motoristas e desafetos, além de formação de
quadrilha para roubo a bancos.
Em
2011, por exemplo, ele foi preso, portando um revólver, calibre 32, no Bairro
Portelinha, em Itapetinga, após ter matado o motorista João Raimundo dos
Santos, de 47 anos, e baleado o vaqueiro Eduardo Macedo da Silva, de 51 anos,
que viajava como passageiro.
SANGUE-FRIO
As vítimas teriam reagido a um assalto a um micro-ônibus que fazia
lotação de Itapetinga a Itororó. Sem qualquer remorso e demonstrando frieza,
ele confessou o latrocínio. Vagno afirmou que atirou primeiro no vaqueiro, que
teria avançado contra ele quando recebeu deu voz de assalto. Depois atirou no
motorista João Raimundo, que morreu ao ser socorrido.
Também
foi apurado que ele tinha outras passagens por assalto e tentativa de
homicídio e também apontado como autor da tentativa de homicídio contra
Cristiano da Silva Evangelista, de 20 anos, e uma adolescente, de 14 anos,
namorada da vítima, em janeiro de 2001. As vítimas foram atingidas por seis
tiros.
Encaminhado
ao Presídio de Jequié, onde ficou menos de um ano preso, ele retornou à
Itapetinga, em 2012, beneficiado pelo indulto da Semana Santa. Ele já cumpria
pena de 5 anos e 7 meses por assalto a um posto de gasolina em 2010. Ficou
provado que as grades não conseguiram recuperar o indivíduo.
Amparado pela liberdade condicional naquele ano, numa noite de
Sexta-Feira Santa Vagno foi novamente preso por policiais militares de
Itapetinga portando um revólver, calibre 38, com 5 cartuchos, uma quantidade de
maconha e a quantia de R$ 107,00, em uma rua da Vila Suzano.
FUGA EM MASSA
Novamente
devolvido ao Presídio de Jequié, não tardou para o bandido liderar uma fuga em
massa. Foi em 15 de janeiro do ano passado. Os fugitivos conseguiram serrar as
grades e cavar um buraco nos fundos do módulo, pulando dois muros da unidade,
usando duas cordas artesanais ¨teresa¨.
Vagno fugiu, levando com eles os assaltantes e homicidas
Matheus de Jesus Pinheiro, João Oliveira Lagoas e Moabe Souza Guerra, de
Itapetinga e Josemar Oliveira de Jesus, de Poções.
ROUBO AO BANCO DE MACARANI
O
destino de Vagno, mais uma vez, foi a região de Itapetinga. Em mente, um ousado
assalto ao Banco do Brasil de Macarani, município a 45 km da cidade onde fez a
sua base criminosa. Foi em fevereiro deste ano. Para tanto, ele recrutou
bandidos em Itapetinga, Macarani e São paulo.
Depois
do roubo ao banco, fugiram para a zona rural, mas foram surpreendidos e
cercados pela polícia.  A ação policial aconteceu na fazenda Alvorada,
região das Duas Barra, zona rural de Itapetinga. Houve intensa troca de tiros,
mas as forças do bem venceram e os bandidos acabaram presos, menos Vagno, que
conseguiu escapar.
Nessa
operação, coordenada pelo coordenador de Polícia Civil na região de Itapetinga,
delegado Roberto Júnior, foram presos Joilson Delmiro dos Santos, Rogério
Oliveira Gomes e Ismark Silva Rocha. O delegado representou à Justiça de
Macarani pela prisão preventiva de Vagno, que está em aberta até a presente
data.
Foram apreendidas duas espingardas calibre 12, uma carabina
calibre 38, um revólver calibre 38, 51 munições calibre .40, 29 munições
calibre 12 e 06 munições calibre .38, 04 máscaras de palhaço, 09 espoleta de
explosivos, 01 colete balístico e uma pequena porção de maconha quantia total
de R$16.200,00, além de um Fiat Uno.

ENTENDA O ASSALTO NA GALERIA

Ao
reagir ao assalto na Simplic Financeira, que atua no ramo de empréstimos,
quando os bandidos chegaram armados, exigindo um malote, Erenildo foi ferido com
dois tiros, um no pescoço e outro no ombro. Câmeras de vigilância conseguiram
captar a fuga de Vagno, que continua sendo procurado pela polícia.
A Simplic está cadastrada como como “atividades de cobrança e
informações cadastrais”.
A vítima foi socorrida pelo Samu 192 e encaminhada ao
pronto-socorro do Hospital de Base. O último boletim, emitido na tarde desta
quarta-feira, informa que seu estado de saúde é estável.

No momento da ação havia muitas pessoas no local, o que provocou
pânico e correria em todas as direções de saída da galeria, que faz ligação de
passagem de pedestres do Terminal Lauro de Freitas à Rua Francisco Santos e
vice-versa.

FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA
995bf7d8-6fed-4af4-8378-8d8baa233768
LUGAR DE GENTE FELIZ!
6e381cab-6efa-4067-b56d-7e44a24a8a39
O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL