REVISTA

GERAL BAHIA

JUSTIÇA? Acusado de abusar sexualmente de menores em Macarani já está em liberdade por decisão da Justiça.


Paulo César Sousa (53
anos),

que foi acusado por duas menores de tentar abusar sexualmente das mesmas no
último dia 22 de novembro já está solto. Paulo
César
, foi preso em flagrante delito na última quinta-feira, numa
operação que contou com a participação do Conselho
Tutelar, Polícia Civil, Guarda Civil Municipal e Polícia Militar
, após ter
sido apontado por duas menores de oito anos como o homem que  as seduziu e praticou atos libidinosos com as
mesmas.

Entenda o
caso:

A queixa foi prestada pela avó e a mãe de uma
das crianças, que procuraram o Conselho Tutelar e a Delegacia de Polícia, no momento em que foram alertadas pela própria esposa de Paulo César Sousa, que ouviu das crianças a confissão de que elas haviam sido
abusadas sexualmente pelo marido da mesma.
A esposa de Paulo César, juntamente com as meninas, após darem seu depoimento em
Macarani, foram levadas
juntamente com o acusado para a Coorpin (Coordenadoria Regional De Polícia do Interior) em Itapetinga, onde também
prestaram depoimento a Dra. Débora, Delegada de Plantão, que autuou Paulo César em flagrante
por estupro de vulnerável.

DR. LUÍS SÉRGIO VIEIRA.

Decisão da Justiça: Mas, Paulo César Sousa, ficou muito pouco tempo preso. No sábado dia 24/11, ele foi liberado
pelo Juiz Substituto da Comarca de
Macarani,
responsável pela Vara
da Infância e Adolescência
, Dr.
Luís Sérgio Dos Santos Vieira
, que contrariando o entendimento da Delegada, achou que não houve
crime nenhum que imputasse pena de prisão ou processo a Paulo César Sousa que agora está livre.

O
que diz a Lei sobre Estupro de Vulnerável.
Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com
menor de 14 (catorze) anos:
Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.
§ 1o Incorre na
mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por
enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a
prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer
resistência.
§ 2o (VETADO)
§ 3o Se da conduta resulta lesão corporal de natureza grave:
Pena – reclusão, de 10 (dez) a 20 (vinte) anos.
§ 4o Se da conduta resulta morte:
Pena – reclusão, de 12 (doze) a 30 (trinta) anos.
Não
somos Juízes
, mas a Lei é bem
clara.
Não precisa haver conjunção carnal (penetração), para qualificação do Estupro De Vulnerável. Como a esposa de Paulo César Sousa, havia dito que ele já tem antecedentes, o jeito
é confiar do critério do Dr. Luís
Sérgio.

FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
DIA DAS MÃES
REDE FRUT FRIOS LUGAR DE GENTE FELIZ
438088503_18223182589286244_8693470546602257569_n
LABOR O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL - O mês de maio no Labor é o mês das mães! Por isso, como forma de retribuir todo cuidado e amor que elas dedicam a nós estamos oferecendo o check-up mãe: 18 exames por preço super especial. Deixe o Labor cuidar de quem sempre cuida de tudo!
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA