REVISTA

GERAL BAHIA

EM MACARANI – A Saúde Pública vai de mal a pior, família se queixa de falta de atendimento que levou a morte de seu João Barbosa de 83 anos.

O município de
Macarani,

que ganhou notoriedade e destaque por ser referência regional na saúde pública nos últimos anos,
está traçado o caminho inverso e já perdeu toda a referência que tinha
conquistado.
A
cidade que ao invés de exportar, recebia pacientes das cidades vizinhas para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS),
Centro de Fisioterapia no Posto Betinho Pedral
e até o início do ano
com a reforma  concluída do Hospital São Pedro realizava
pequenas cirurgias já não oferece a mesma qualidade na saúde pública de antes.

Junte-se
a isso, os casos de reclamações de quem busca atendimento no hospital e postos
de saúde, de quem precisa chegar ao Centro
de Saúde
as sete horas da
noite
e dormir no local para pegar uma ficha das 12 que são distribuídas
para marcação de consultas (antes eram 25), e as coisas só pioram na
administração do médico, Dr. Miller
Ferraz.

Um caso que demonstra bem o causo e descaso com a saúde
pública de Macarani nos foi contado pela Senhora
Luzia Cáires Barbosa
, filha do
Senhor João Barbosa Sobrinho
, de 83 anos de idade, e que faria 84 no
próximo dia 11 de agosto. Ela conta o seguinte:

SEU JOÃO BARBOSA COM O NETO ANDRÉ!
“Meu
pai estava feliz, se preparando para comemorar mais um ano de vida com os
filhos, netos  e bisnetos, saudável e
lúcido sem problemas aparentes de saúde. Mas, na última
quinta-feira (06), ele acordou passando mal com problemas
respiratórios  e se queixando de dores,
então por volta das 08h00 da manhã ligamos
para o SAMU, eles solicitaram os dados e
pediram para aguardamos, meia hora depois como não havia chegado nós ligamos de
novo e eles responderam que já tinham acionado a unidade de Macarani, mas que
receberam a informação de que não havia motorista
para a ambulância, acreditem é Verdade! E então ligamos para o Hospital São
Pedro e nos informaram que a ambulância do Hospital estava quebrada, que ligasse para o SAMU.”
Infelizmente
para tristeza de Dona Luzia e de toda a família, seu João Barbosa, faleceu antes que pudesse ser conseguido um
carro particular e ele nem mesmo chegou a ir ao Hospital.
Mas, apenas para fechar a
matéria, vale perguntar o seguinte: Onde estão as ambulâncias da Prefeitura,
inclusive a nova que foi conseguida pelo Deputado Jean Fabrício no início do
ano?
Oito horas da manhã
do dia 06
,
onde estava o motorista do Serviço de
Atendimento Médico de Urgência (SAMU 192),
ou o plantão não é 24 horas?
DONA LUZIA CAIRES E ANDRÉ, FILHA E NETO DE SEU JOÃO
Dona
Luzia Caires Barbosa, é moradora da Rua Manoel Caires, no Bairro, ela tem 43 anos
e foi ela mesma quem procurou a nossa produção para contar esse drama familiar que retrata bem o
quanto a saúde pública de Macarani
está na UTI.
FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
DIA DAS MÃES
REDE FRUT FRIOS LUGAR DE GENTE FELIZ
438088503_18223182589286244_8693470546602257569_n
LABOR O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL - O mês de maio no Labor é o mês das mães! Por isso, como forma de retribuir todo cuidado e amor que elas dedicam a nós estamos oferecendo o check-up mãe: 18 exames por preço super especial. Deixe o Labor cuidar de quem sempre cuida de tudo!
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA