REVISTA

GERAL BAHIA

CAPRICHO SATISFEITO – Para atender exigência do Banco Do Brasil, Vereadores aprovam criação do Conselho Municipal De segurança Pública (COMSEP).

O Banco do Brasil exigiu, o Prefeito pediu a sessão extraordinária para que o projeto fosse votado e a Câmara atendeu. Nesta segunda-feira 04/02 os vereadores se reuniram em sessão extraordinária e aprovaram a criação do COMSEP – Conselho Municipal De Segurança Pública.

Durante a sessão foram lidos os ofícios da Prefeitura de Macarani a Superintendência do Banco questionando a exigência absurda e sem base legal para que a agência volte a trabalhar com transações em dinheiro. Também foi lida a resposta do banco, que também não explicou a legalidade do pedido, apenas alegou como sendo uma medida preventiva, sem explicar porque Macarani foi escolhida para protagonizar tal precedente.

O Vereaor Zé Paulo, assim como os demais externou sua indignação com a atitude do Banco do Brasil.

Durante os debates após a leitura do projeto, os vereadores foram unânimes em afirmar que a exigência do Banco não passa de uma manobra para ganhar mais tempo antes de voltar com os serviços completos e essenciais. “Não faz sentido: se o banco queria impor exigências, porque não o fez antes, ainda em novembro quando nós tínhamos uma Lei aprovada de 2007 com o Conselho já criado e que tivemos que modificar em dezembro por conta da criação do Conselho De Defesa Social?” Questionou o Vereador Zé Paulo.

Diante do questionamento geral sobre esse assunto, foi aprovado por  unanimidade dos presentes o envio de um ofício coletivo da Câmara, exigindo que, cumprida a exigência o banco defina um prazo para retorno das atividades em 100%.

Gláuber Costa questionou pontos do projeto. Entre eles a ausência da Imprensa no Conselho.

O Vereador Gláuber Costa (PODEMOS), questionou entre outras coisas o fato de o projeto citar quais órgãos ou entidades terão representatividade no COMSEP, e o porquê dos nomes que ocuparão esse Conselho não terem vindo já embutidos no Projeto De Lei 023 de 28/01/2019.

“O Projeto em seu capítulo 1art. 2º determina o Conselho seja formado por representantes do Poder Executivo, Poder Judiciário, Poder Legislativo Municipal, Ministério Público, Ordem dos Advogados (OAB) Polícia Civil, Polícia Militar, Guarda Municipal, Conselho Tutelar e Conselho Comunitário de Segurança, mas, não coloca um representante da Imprensa. Será que a Imprensa não é importante? Além do mais, teria que haver uma lista de nomes pré-indicados Projeto para que adiantasse a votação, porque só depois de sancionado é que os nomes serão indicados? Isso será mais tempo perdido, mais demora na solução do problema.” Pontuou o Vereador Gláuber.

O Presidente Marlon Sousa, começa seu mandato mostrando espírito democrático na interação com a população.

Ao final da sessão, já mostrando um esboço de como será seu mandato na interação com a população, o Presidente Marlon Sousa, voluntariamente sem interferências externas, franqueou a palavra para a platéia caso alguém quisesse externar opinião sobre o assunto. A ex-vereador Marlede da Virgens (Marledinha), fez algumas considerações assim como o Editor do RGBAHIA, Antonio Araujo e o Professor Marcelo Nascimento da ONG Eu Luto Pela Paz.

A atitude do Presidente em sua primeira sessão foi elogiada pelos presentes. A Câmara volta de recesso oficialmente no próximo dia 15 de Fevereiro, mas a primeira sessão ordinária do ano será no dia 18 de fevereiro, segunda-feira.

FAZENDAS-VALE-VERDE
FAZENDAS VALE VERDE
OFICIAL DA OTO
CLÍNCA OTONEURO - SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS
75fc36a1-13f0-4804-a3c6-5937248cf4a9-575x1024
SAAE DE MACARANI - ÁGUA PARA TODOS
434153736_2528971897288533_4220592963380261260_n
CONSTRULAR - SUA CASA DA BASE AO ACABAMENTO
PANIFICADORA-AMERICA-1
PANIFICADORA AMÉRICA
995bf7d8-6fed-4af4-8378-8d8baa233768
LUGAR DE GENTE FELIZ!
6e381cab-6efa-4067-b56d-7e44a24a8a39
O LABORATÓRIO DA SAÚDE REGIONAL